Filho é acusado de matar o pai de 76 anos com golpes de machadão em Guanambi


Um homem de 49 anos, que não teve a sua identidade divulgada, foi preso na tarde deste sábado (08), por volta das 16h55, acusado do crime de parricídio, na Fazenda Tábua, no distrito de Mutans, em Guanambi. A informação foi confirmada pelo 17º Batalhão de Polícia Militar (BPM). De acordo com a unidade, o filho é o suspeito da morte do próprio pai,  identificado como José Izídio Maritins, um idoso de 76 anos. Ele se entregou, quando a Polícia Militar chegou na localidade.

O Centro Integrado de Comunicação (Cicom) acionou a guarnição da Companhia de Emprego Tático Operacional (Ceto) informando que o idoso estaria caído ao chão embaixo de uma árvore, morta, com sinais aparentes de pancadas na cabeça. Os policiais encontraram o corpo da vítima, o qual, de acordo com informações, teria sido agredido com golpes de machadão, vindo a óbito.

A Polícia Civil apura a motivação do crime. De acordo com a 22ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin), a família informou que o acusado possui deficiência mental, mas nenhum documento foi apresentado para comprovar tal condição. O Departamento de Polícia Técnica (DPT) realizou o levantamento cadavérico. O corpo o idoso foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) em Guanambi para ser necropsiado. O suspeito foi apresentado em flagrante na Delegacia Territorial. Em seu poder, a PM ainda encontrou uma espingarda.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não reflete a opinião deste site. Todos os comentários são moderados e nos reservamos o direito de excluir mensagens consideradas inadequadas com conteúdo ofensivo como palavrões ou ofensa direcionadas a pessoas ou instituições. Além disso, não serão permitidos comentários com propaganda (spam) e links que não correspondam ao post.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *