Advogado é investigado por aliciar e assediar adolescentes na Escola Militar de Poções


Na cidade de Poções, a Polícia Civil cumpriu, nesta quinta-feira (04), um mandado de busca e apreensão em desfavor de um advogado e professor, que é investigado por aliciar e assediar adolescentes na Escola Militar Municipal onde ele lecionava. Segundo informou a 10ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin), nos endereços em que foram realizadas as buscas o professor não foi encontrado.

No escritório de advocacia, estava apenas o sócio, que informou que o investigado retirou os seus pertences do local após os fatos. A busca foi acompanhada por advogados da Comissão de Prerrogativas da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Vitória da Conquista. O professor pedia aos alunos fotos e vídeos íntimos em troca de dinheiro e outros presentes. De acordo com a polícia, as provas nos autos comprovam os fatos. Os alunos denunciaram o assédio aos pais, que registraram um boletim de ocorrência. O conselho tutelar também atua no caso.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não reflete a opinião deste site. Todos os comentários são moderados e nos reservamos o direito de excluir mensagens consideradas inadequadas com conteúdo ofensivo como palavrões ou ofensa direcionadas a pessoas ou instituições. Além disso, não serão permitidos comentários com propaganda (spam) e links que não correspondam ao post.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *